segunda-feira, 30 de abril de 2012

Perdi a cabeça...

Ontem fui à Feira do Livro!
Fui de pópó com a Miss Cheque-Mate, logo aí dá que falar, porque eu conheço Lisboa e as ruas e tal, mas só sei andar por lá a pé ou de transportes, de carro é mais complicado há muito movimento e eu ao mesmo tempo que tento perceber para onde tenho de virar, tenho 2547874 buzinas a gritar porque estou a abrandar ou isto ou aquilo...Vão pró raio que vos parta, todos!

Enfim, depois de umas voltinhas em redor do Parque Eduardo VII lá arranjei lugar bastante perto, encaminhá-mo-nos para as barraquinhas e na banca da APEL pedimos o mapa da feira. Depois de percebermos como se lia aquele mapa, lá nos dirigimos para as bancas que nos interessavam, mas sempre a deitar um olhinho nas outras.

Começo então a ver livros, a pegar neles, a andar com eles ao colo, a pagá-los... Na banca da Leya dou por mim com 5 livros empoleirados em cima de mim e eu com cara de esforço... E pronto perdi a cabeça, tinha pensado ir lá dar uma olhadela comprar um ou dois e venho de lá com nada mais nada menos do que 10, sim, 10 livros:


Eu não posso ver-me no meio de tanto livro que quero ou tenho curiosidade, com algum dinheiro para gastar e com promoções que eu penso: " Isto compensa a longo prazo" - Não dá!

Enfim depois a Miss Cheque-Mate ainda comprou 4 (?) livrinhos e um deles para a prenda do dia da mãe, fomos então levar os sacos ao carro para podermos comer qualquer coisa e dar um passeio pela feira sem sacos.
Quando estávamos sentadas a comer pizza, aparecem cerca de 4 carros do CD (Corpo Diplomático), com vidros fumados e policial al redor...De dentro dos carros, seguidos por um fotografo e uma câmara de Tv, saem cerca de 10 pretos (as), muito bem arranjados, claro. Uma das senhoras até me parecia a mulher do Obama.
Eu e a Miss especulámos de que embaixada seriam, e chegámos as duas à conclusão que eram da embaixada do Congo, só porque sim...

Bem, depois de mais uma voltinha pela feira eu tinha um encontro com a "minha" comunidade literária, já o ano passado nos tínhamos encontrado ali. Fui para a banca da Saída de Emergência/Chá das 5 e lá foram aparecendo as meninas... Tirámos uma fotografia, conversamos muito sobre livros e depois pus-me na alheta, cheguei a casa feliz e contente com os meus 10 livros, mas ao mesmo tempo fui-me esbofeteando por ter sucumbido a tentação.

Ps. Gostaria de agradecer aos meus vizinhos de cima por me terem acordado, pela 2ª vez com as suas discussões acaloradas, é só.

8 comentários:

Uma Rapariga Simples disse...

Tenho tantas saudades de passar as noites (e algumas tardes) a passear pela Feira!

Sufocada disse...

Este ano não vou poder ir há noite (hora H), mas também gosto muito, tantos livros a chamar por mim :p

Mar disse...

AAAAH que inveja do pessoal de Lisboa que pode ir à Feira do Livro passear!!
A nossa só em Maio.

Sufocada disse...

Em Maio vou ser eu a estar invejosa apesar de já lá ter ido antes :p

Filipa disse...

Vou ficar à espera ali da opinião dos 2 primeiros! :P
Coragem! E não ligues ao que eu disse lolol

Sufocada disse...

Já liguei ao que disses-te ahah, mas vou tentar ser imparcial e desfrutar da leitura, depois veremos :)

Miss Cheque-Mate disse...

Sim, comprei quatro livrinho e entretanto chegou-me um a casa (já o tinha lido) mas é daqueles que tenho de ter fisicamente, a colecção na estante sem ele não era a mesma coisa

Sufocada disse...

Ah acertei, foram boas comprinhas, no fim :)